Em tempos de pandemia, muitas pessoas têm preferido praticar exercícios em casa por questões de segurança.

E para quem não possui muito dinheiro ou tempo para frequentar uma academia durante a semana, treinar em casa se tornou uma ótima opção para não deixar de se exercitar.

Portanto, clique aqui para comprar a roupa adequada e continue lendo abaixo para saber como começar e quais exercícios fazer.

O que é preciso para começar a fazer exercícios em casa

Primeiramente, é necessário escolher um local espaçoso e livre de obstáculos dentro de casa ou no quintal. É importante que o espaço te dê a possibilidade de se movimentar livremente, evitando que bate em algo ou atrapalhe na execução dos exercícios.

Segundamente, é essencial que tenha um plano de treinos e um objetivo, seja ele emagrecer, definir o corpo, ganhar massa muscular, dentre outras, pois a partir de suas metas, ficará mais simples saber onde precisa chegar.

Ter a ajuda de um personal trainer pode ser muito útil para te ajudar nessa jornada, porém, se prefere mesmo malhar sozinho, uma ótima alternativa é optar por assistir vídeos no YouTube que dão instruções e diversas opção de treinos para fazer.

Dica importante: Vale a pena lembrar que, antes de começar a praticar qualquer exercício físico, é de extrema importância que faça um check-up médico para saber como vai sua saúde, seu condicionamento físico e quais exercícios pode ou não fazer.

6 melhores exercícios para fazer em casa

Flexão

A flexão tem o nível de dificuldade médio. Trabalha o peito, os ombros e os braços, com os músculos deltóide anterior e medial, tríceps e peitoral.

Esta prática traz muitos benefícios, como o fortalecimento da parte superior do corpo e a ajuda para ganho e manutenção de massa muscular.

Elevação de membros alternada

A elevação de membros alternada tem o nível de dificuldade fácil e não exige uso de equipamentos para ser executada.

Neste exercício trabalha o ombro, a cintura, o bumbum e as coxas, e é capaz de atingir músculos como o deltóide anterior e medial, o músculo lombar, o trapézio e os glúteos.

Flexão com levantamento de perna

A flexão com levantamento de perna tem o nível de dificuldade difícil, portanto, é melhor ser feito quando já estiver dominando a flexão tradicional.

Neste exercício trabalha os braços, o peitoral, os ombros e o bumbum, acionando músculos como o deltóide anterior medial, do tríceps, os glúteos e o peitoral.

Abdominal

O abdominal tem o nível de dificuldade fácil. É um exercício clássico que não requer o uso de nenhum equipamento, é apenas aconselhável que se utilize um colchonete ou uma esteira.

Este exercício trabalha exclusivamente o abdômen.

Agachamento livre

Este é um dos melhores exercícios para pessoas iniciantes.

Ele trabalha os glúteos, os músculos posteriores da coxa, os quadríceps, os adutores, os abdominais e os eretores da espinha.

Prancha frontal

A prancha frontal tem o nível de dificuldade intermediário. O exercício deve ser feito em um local confortável, como uma esteira ou um colchonete.

Ele trabalha o músculo da lombar e o abdômen reto e transverso.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *