Uma breve história da evolução da internet

As origens da internet datam mais de 40 anos. A primeira rede foi financiada pelas forças armadas dos EUA e apelidada por Arpanet, em 1969. Desde então, a internet vem sofrendo mudanças e transformações incríveis. O número de computadores conectados à internet cresceu absurdamente e o número de usuários chega a 4 bilhões (uau!). O alcance da rede se expandiu para além das fronteiras do EUA e alcançou o mundo.

Mas, sua popularidade também tem um lado sombrio. Já que muitos usuários utilizam a ferramenta para atividades criminosas, incluindo fraude, roubo e tráfico.

Abaixo fizemos uma linha do tempo que narra um resumo da história desse mecanismo tão incrível e essencial nos dias atuais.

1970

Em 1973, Robert Kahn e Vinton Cerf colaboram para desenvolver um protocolo para interligar várias redes. Isso se torna, posteriormente, o Protocolo de Controle de Transmissões / Protocolo da Internet (TCP / IP), uma tecnologia que une várias redes de tal forma que, se uma rede é derrubada, as outras não são afetadas. Enquanto trabalhava na Xerox, Robert Metcalfe desenvolve um sistema usando cabos que permitem a transferência de mais dados em uma rede . Ele nomeia esse sistema como Alto Aloha, mas depois se torna conhecido como Ethernet. Nos próximos anos, Ted Nelson propõe o uso de hipertexto para organizar informações de rede , e o Unix se torna popular para redes TCP / IP. Tom Truscott e Steve Bellovin desenvolvem um sistema baseado em Unix para transferência de dados por linhas telefônicas através de uma conexão dial-up. Este sistema torna-se USENET

1980

A Arpanet foi renomeada para Internet em 1984, quando conectou 1.000 hosts em laboratórios universitários e corporativos. Em uma rede normal, um computador específico geralmente não está diretamente conectado à Internet; está conectado através de um host. Um host, nesse caso, é identificado por um endereço IP ou protocolo da Internet (um conceito explicado em mais detalhes posteriormente). Cada endereço IP exclusivo refere-se a um único local na Internet global, mas esse endereço IP pode servir como um gateway para muitos computadores diferentes.

1990

Em 1990, a ARPANET é desativada. Tim Berners-Lee e seus colegas do CERN desenvolvem a linguagem de marcação de hipertexto (HTML) e o localizador uniforme de recursos (URL), dando origem à primeira encarnação da World Wide Web. Um ano decisivo para a internet surgiu em 1995: a Microsoft lança o Windows 95; Amazon, Yahoo e eBay também são lançados; o Internet Explorer é lançado; e Java é criado, permitindo a animação em sites e criando uma nova onda de atividade na internet. Em 1996, o Congresso aprova o Communications Decency Act em um esforço para combater a crescente quantidade de material censurável na internet. John Perry Barlow responde com um ensaio, uma declaração da independência do ciberespaço. O Google é fundado em 1998. Em 1999, a controvérsia sobre pirataria de música e vídeo se intensifica com o lançamento do Napster. O primeiro vírus da Internet capaz de copiar e enviar para o catálogo de endereços de um usuário é descoberto em 1999.

2000

2000 vê a ascensão e explosão da bolha das pontocom. Enquanto uma miríade de negócios baseados na Internet se torna presente na vida cotidiana, a média industrial do Dow Jones também vê sua maior queda de um dia na história até aquele ponto. Em 2001, a maioria das empresas dotcom de capital aberto se foi . Não é tudo má notícia, no entanto; nos anos 2000 vêm a ascensão meteórica do Google à dominação do mercado de mecanismos de busca. Esta década também vê a ascensão e proliferação do Wi-Fi – comunicação sem fio à internet  onde podemos saber mais desse assunto em 192.168.1.1 (padrão) bem como dispositivos de internet móvel como smartphones e, em 2005, o primeiro vídeo de gato da internet.

Desde a sua criação, a internet mudou significativamente o mundo. Existe toda indicação de que continuará a mudar de maneiras impossíveis de prever. Entender todo panorama digital atual e a história da Internet é crucial para o sucesso em uma carreira moderna baseada em comunicações.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *